Sexta-feira, 16 de Abril de 2004

AVISO À NAVEGAÇÃO

Cuidado: este é um blog de intuitos político-badalhocos.
Nem poderia ser de outro modo, quando a badalhoquice política há muito ultrapassou os limites do razoável.
Aqui serão denunciadas todas as filhadaputices governativas que nos levam a pensar seriamente ser preferível votar na coerência das putas do que neste bando de demagogos, intelectualmente vigaristas e incompetentes, que estão a dar cabo deste bocadito de chão povoado de pelintras que dá pelo nome de Portugal.
Para os mais intoxicados pelo big brother e pelas cinquenta telenovelas diárias da Sic e da Tvi, passo a explicar, sob a socratica forma de ironia, algumas características eminentemente nacionais.
1. Somos o único país do mundo que tem duas oposições.
A propriamente dita, envergonhadita e com a consciência pesada de quem tem os telhados demasiado envidraçados, e o governo. Sim, o governo também faz oposição. A quem, perguntarão: ao país e aos portugueses. Pois a quem havia de ser. Eu até acho que os tipos do governo são subsidiados clandestinamente pelos espanhóis. Ou acham que eles se governam com a merda dos ordenados que ganham? Confesso que quando o Durão decidiu acompanhar os mordafocas nesta campanha de defesa dos direitos humanos dos iraquianos cheguei a pensar que também recebiam parte do ordenado em dolares. Afinal acabei por concluir que era só mesmo por serem estúpidos. Sim, só mesmo um bando de estúpidos é que mete um país falido num conflito para o qual não foi visto nem achado. É certo que a Espanha também não foi vista nem achada. Mas essa tem défice ZERO. Pode-se dar ao luxo de investir na sua imagem internacional de pistoleira: sim, que os americas não são mais do que eles.
2. Os submarinos do ministro do ataque
Então estas bestas, quando o PS queria comprar os submarinos em leasing, diziam que se estavam a comprometer as gerações futuras e agora querem comprá-los a pronto!!! Será para comprometer as gerações presentes? Vá lá, melhorou. Piedosa decisão: sempre é melhor que sejam os próprios a pagar pelos disparates que fazem.
3. Os ordenados dos gestores da TAP
Quando este (des)governo entrou queria demitir os gestores da TAP porque ganhavam demasiado. Nem se perguntaram se estavam a gerir bem ou mal, apenas ganhavam demais.
Demais relativamente a quem? A cinco incompetentes laranjas, que ganhassem metade sem saberem distinguir um avião das setas do PSD, ou que pensassem que uma hospedeira de bordo é uma gaja que anda de lado?
E o que é que as bestas governativas pensam dos lucros agora apresentados pela TAP numa fase de crise internacional? Vá lá, aumentem os homens que eles merecem. Dêem-lhes participação nos lucros como forma de estímulo.

Aqui ficam algumas dicas, a título de exemplo, do que vai ser a tónica deste blog.

Abaixo a estupidez, vivam as putas que não enganam ninguém: são putas e não se disfarçam de Madre Teresa de Calcutá. Mais, dão sempre aquilo que prometem.

Tenham um bom dia e não se esqueçam de apertar o cinto um bocadito mais. Não vão ficar com a tanga à mostra...
publicado por bartsky às 13:05
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. Novidades

. ...

. Actualização

. Ser português

. ...

. Este blog já não mora aqu...

. Aniversário

. Bom fim de semana

. Sempre

. Este blog já não mora aqu...

.arquivos

. Março 2006

. Janeiro 2006

. Novembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds