Sábado, 11 de Setembro de 2004

Começou a guerra

De vez em quando é preciso falar a sério, senão ainda pensam que este blog é escrito pela Teresa Guilherme.


Meus amigos: começou a terceira guerra mundial. Não estou a brincar. Começou mesmo. Insidiosamente, com pequenos sinais, aquilo que eram , no fundo, actos de manifestação violenta contra os Estados Unidos e Israel, generalizou-se num ódio contra o ocidente. Mesmo em países sem essa tradição, como Marrocos, dizem-me aqueles que por lá andaram neste Verão, que o sentimento antiocidental é discreto mas perceptível.


O terrorismo foi um dos "legados" do séc. XX, mas era um terrorismo doméstico, de portas a dentro, tipo ETA ou IRA, que atacava alvos representativos do poder em cada país. Agora, temos um terrorismo tipo multinacional, que vem atacar em Madrid ou no coração dos Estados Unidos. Putin ameaça atacar os terroristas onde quer que eles estejam, e isso promete ser mais uma actuação geradora de ódios e de aderentes à prática terrorista.


A actuação no Iraque, que começou com o argumento das armas de destruição massiva e rapidamente evolui para o combate contra o terrorismo, não está a resolver o problema e cada vez o está a acentuar mais. Os ataques terroristas de cariz islâmico sucedem-se, e as ameaças transmitidas na televisão, de rosto descoberto, também. E o tipo de actuação dos fundamentalistas demonstra uma perda completa de escrúpulos, como se vê nos ataques que têm sido feitos a funcionários de organizações humanitárias. E ninguém se convença que os adversários no Iraque são todos defensores do Saddam.


A partir de agora, atacarão onde for mais fácil. Alguém tem dúvidas sobre a facilidade de introduzir um saco com uns Kilos de explosivos num dos grandes centros comerciais portugueses? E perante isso fazemos o quê? Vamos colocar detectores de metais e aparelhos de raios X em todos os locais públicos? Então e nos contentores do lixo das nossas ruas?


Vivemos tempos cada vez mais aterrorizadores -  essa batalha já eles ganharam - e a guerra que se instalou não tem um exército localizado, aquartelado, não tem origem num só país que possa ser mantido em respeito com uma ou duas bombas atómicas.


É por isso que eu sempre disse e reafirmo, que o problema do terrorismo não se resolve com intervenções como a do Iraque ou do Afeganistão ou da Tchetchénia, nem podemos partir da ideia descabelada, tipo Bush, que o terrorismo só existe porque para aquelas bandas há muita gente com mau carácter: será que os bonzinhos nasceram todos no ocidente?


Então, a terceira guerra mundial, já começou ou não?

publicado por bartsky às 09:28
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. Novidades

. ...

. Actualização

. Ser português

. ...

. Este blog já não mora aqu...

. Aniversário

. Bom fim de semana

. Sempre

. Este blog já não mora aqu...

.arquivos

. Março 2006

. Janeiro 2006

. Novembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds