Segunda-feira, 13 de Setembro de 2004

Preço da guerra

O custo da guerra iniciada "por engano", é este:


Cost of War

publicado por bartsky às 18:45
link do post | comentar | favorito
3 comentários:
De Anónimo a 15 de Setembro de 2004 às 17:25
Devo dizer ainda que não faço parte nem procuro fazer publicidade ao site exposto,apenas procuro fornecer informação disponivel em Português(já que muitos não dominam o Inglês)acerca de Bildeberg na internet,mas podem ainda fazer search em http://www.google.com procurando links alternativos,se assim o desejarem.E obrigado Bartsky por colocares o meu blog nos teus links.Afonso
</a>
(mailto:afonso141@yahoo.com)


De Anónimo a 15 de Setembro de 2004 às 17:14
Para além dos links referênciados em relação a Bilderberg que são em Inglês,devo dizer que tenho um novo link para deixar aqui,o qual é em Português,aqui está;

http://www.libreopinion.com/ptns/artigo1.htm Afonso
</a>
(mailto:afonso141@yahoo.com)


De Anónimo a 13 de Setembro de 2004 às 21:36
«A democracia ocidental está ferida de morte»

"As pessoas ainda não se deram conta que o sistema democrático contém,em si próprio,uma bomba que pode explodir a qualquer momento:o voto em branco."

"Nós cidadãos sentimos que não temos importância no modo como funciona a sociedade."

"Os destinos do mundo são geridos por umas quantas multinacionais,cujos conselhos de admnistração não se apresentam ao eleitorado."

"Não quero dizer que os meios de comunicação social sejam o que de negativo digo no meu livro,mas são responsáveis por alguma manipulação."

"Se não houver uma revolução de consciências,a humanidade estará perdida."

José Saramago no DN de 25 de Março de 2004

"O sionismo não é só o problema de Israel,é o maior problema do mundo."

"Nunca houve problemas entre Islamismo e Judaísmo.Foi o sionismo que os criou;temos de avançar para a reconciliação."

"O Judeu na diáspora no século xix tinha a ordem simbólica(o gueto)e o imaginário(o gentio).Havia uma espécie de sentimento esquizofrénico.Logo que o Judeu foi para a Palestina,com a obsessão de povo escolhido,perdeu o imaginário.Teve de reinventar esse sentimento esquizofrénico.Isso é o Estado de Israel:maniaco-depressivo,num momento estão estão a chorar porque se consideram vitímas,no seguinte,são capazes de arrasar uma aldeia.A américa está a agir da mesma forma.Ainda não decidiram se são vitimas ou o invasor.Na minha música ou no meu livro,quando falo de Israel,penso num macrocosmos de um sentimento esquizofrénico muito destrutivo."

Os sionistas usam a cultura da vitima e a má consciência do Ocidente?

"Existe uma diferença entre ser a vitima e ter a mentalidade da vitima.A mentalidade é quando a vitima se encara a si própria como inocente,idependente das circunstâncias.Quando se adquire tal mentalidade perde-se a capacidade de olhar para si próprio em termos racionais.Hammah Arandt,que foi sionista durante algum tempo,no seu livro após o julgamento de Eichman,faz a pergunta nunca feita:porque nos fizeram Isto?Quando adquires a mentalidade da vitima ,deixas de te questionar.Os fundamentalistas são apresentados como estupidos,mas são muito inteligentes na escolha dos alvos."

"A ideia de que Israel é uma democracia é uma total anedota.É uma democracia que controla 45% da população sem lhe dar o direito de voto,é uma espécie de democracia colonialista.A unica democracia no Médio Oriente é a Palestina."

"A minha missão não é mudar Israel politicamente,porque penso que é impossivel por causa de Maimónides-a identidade Judaica não é pacifica,é uma identidade que envolve segregação.A minha missão é dizer o que Israel significa e alertar para que se não tivermos cuidado e ajudarmos a demolir esta identidade,esta transformará o nosso planeta numa realidade sangrenta.E penso que a américa,ou se quiser,a Judeumérica,já está."

Extractos da entrevista de Gilad Atzmon,músico e escritor Israelita na diáspora,ao DN de 4 de Fevereiro de 2004.Atzmon é filho de Judeus Russos,nasceu em 1963 perto de Telavive.Foi um dos milhares de soldados israelitas que invadiram o Libano nos anos 80.

Os factos demonstram que de facto Israel tem grande peso da politica interna e externa dos EUA,e assim sendo tem por necessidade um grande peso na realidade global,realidade de que Portugal faz parte,por essa razão apenas já merece a minha denúncia(em conjunto com outras pessoas a nível internacional)de grupos secretos como é o caso de Bilderberg( www.bilderberg.org )o qual gere as decisões politicas globais em segredo,anulando assim o poder de governos nacionais como é o caso de Portugal.Os membros lideres deste grupo são em grande maioria Judeus americanos e Europeus(Rockefeller e Pinto Balsemão por exemplo)os quais convidam em conluio com os membros anglo-saxões,politicos e figuras do capital internacional de vários países.As reuniões são anuais e em diferentes países,em 1999 foi em Portugal sem qualquer noticia nos média(mas basta fazer search em qualquer motor de busca com a palavra Bilderberg para obter fotografias e videos entre milhares de entradas)e este ano comemoraram os 50 anos(a primeira reunião foi na Holanda em 1954 num hotel chamado Bilderberg)em Trento Itália,no mesmo fim de semana que Bush visitou o Papa e Berlusconi em Roma.Para cúmulo este ano foi preso(a exemplo de outros anos)um jornalista americano(American Free Press) o qual tentava obter informações,como tem feito todos os anos,acerca de Bilderberg.Aqui está o link para a reunião de Sintra em 1999: www.bilderberg.org/1999.htm
Isto não é uma teoria da conspiração,pois os factos abundam para quem quer ver,apesar de saber que isto parece mentira numa sociedade dita democrática.Afonso
</a>
(mailto:afonso141@yahoo.com)


Comentar post