Quarta-feira, 29 de Setembro de 2004

SOLIDÕES

551749-medium.jpg


Não é de política que vos vou falar: é da solidão individual, daquela que se sente por dentro e nem sempre se vê na pele.
Vem isto a propósito de um longo desabafo de um velho amigo que, na escuridão desta noite, no meio de muitos cigarros, me contou as suas estórias de solidões repetidas, de desencontros com as oportunidades, de amores conscientemente impossíveis e previsivelmente provisórios.
Numa linguagem quase poética, falou com a dôr de quem sempre quis amar, de quem tem um oceano de amôr sem praias para banhar.
Considerou a fome do coração a pior das privações, talvez porque nunca tenha sentido outras. Terá razão, porquanto, se pode ser falso que o mundo só existe na medida em que o pensamos, é líquido, para mim, que o mudo só existe na medida em que o sentimos. E ele não falou do que pensa mas do que sente.
No fundo, a sucessão dos seus afectos tem sido uma espécie de crónica de uma morte anunciada, e, agora que mais uma morte já racionalmente prevista se avizinha, sente na pele o que já antevira. Fosse ele um frio calculista e, provavelmente, não teriamos este monólogo a dois.
Dizia o Gabriel Garcia Marques que o fascismo é a pior das solidões. Eu, que até costumo concordar com ele, acho que a maior das solidões é a que se sente por dentro, por mais acompanhado que se esteja. E acabou o meu monologante amigo a confidenciar que, se aparecesse outra paixão impossível, outro amor a prazo, lá estaria para dizer: presente! É mesmo assim, cada um é para o que nasce.
Desculpem-me os meus leitores, mas nem só de política vive o homem. 

publicado por bartsky às 01:27
link do post | favorito
De Anónimo a 4 de Outubro de 2004 às 01:42
Gosto sempre (ou quase sempre) de te ler quando te correm nas veias uma força de luta"CheGuevarense"...mas neste post em que a política é a do coração, gostei mais ainda..sobretudo de te ver atento ao coração dos outros.Nia
(http://nia7.blogs.sapo.pt)
(mailto:natefe@sapo.pt)


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. Novidades

. ...

. Actualização

. Ser português

. ...

. Este blog já não mora aqu...

. Aniversário

. Bom fim de semana

. Sempre

. Este blog já não mora aqu...

.arquivos

. Março 2006

. Janeiro 2006

. Novembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds