Quinta-feira, 7 de Outubro de 2004

O fulcro da questão

Parece-me que este problema da saída de Marcelo Rebelo de Sousa da Tvi, está a ser mal abordado. Discute-se muito se houve ou não pressões, drectas ou indirectas sobre a Tvi.
O problema deve colocar-se num plano anterior, isto é, este governo, qualquer governo em democracia, não deve sequer pronunciar-se acerca de conteúdos informativos.
Se as afirmações de Marcelo eram, como se alegou, falsas, então, havia que desmenti-las. E o governo, como se viu neste caso, não se pode queixar de falta de tempo de antena para o fazer. A atitude do governo demonstra que não sabe conviver com as regras de funcionamento de uma democracia, que não suporta a crítica.
Sejam quais forem os processos de bastidores que tenha ou não utilizado, certo é que já conseguiu silenciar um crítico de peso. E agora, como ficamos? Cada vez que se pede um comentário a uma figura pública, pede-se-lhe moderação? Que não tenha opinião sobre as decisões do governo?
Vamos ter uma informação desinfectada, inócua?
publicado por bartsky às 13:16
link do post | comentar | favorito
4 comentários:
De Anónimo a 8 de Outubro de 2004 às 13:53
Foi pau mandado do governo, incrivel como a tv4 deixa ir um dos seus trunfos, a troco de quê?
ApreApre
(http://www.apre.blogspot.com)
(mailto:apre@apre.com)


De Anónimo a 7 de Outubro de 2004 às 21:39
No tempo do outro senhor, ao menos a censura era explícita, agora é mais sorrateira, não vão as pessoas achar que isto é mesmo uma ditadura. É triste viver num país assim com tantas mentiras instituidas e mentirosos no poder :(LetraNegra
</a>
(mailto:nightwitx@hotnail.com)


De Anónimo a 7 de Outubro de 2004 às 18:50
Não sabem a informação toda...
Rebelo de Sousa sai do Jornal de Domingo para ingressar na Quinta das Tias!!!!!!PSL
</a>
(mailto:psl@hotmail.com)


De Anónimo a 7 de Outubro de 2004 às 14:58
Queres dizer que termos uma informação, preservativa a modos que anticoncepcional, olha lá o que é que o PP pensa disso.Barão da Tróia
(http://barao_da_troia.blogspot.com)
(mailto:baraodatroia@sapo.pt)


Comentar post