Sábado, 9 de Outubro de 2004

País amador

Rosan Kador.jpg
Foto de Rosan Kador
Somos um país do faz de conta.
Os jogadores fazem de conta que jogam, o governo faz de conta que governa e a oposição faz de conta que se opõe, disfarçando mal a ansiedade da sua hora de ser empossado na nacional missão de fazer de conta.
O próprio Presidente da República faz de conta que está zangado e que vai não vai toma medidas.
O primeiro ministro faz de conta que está ofendido com as acusações de censura.
Os patrões, mal pagando o suficiente para o pessoal não morrer de inanição, fazem de conta que remuneram o trabalho.
Todos nós fazemos de conta que somos um país, mal disfarçados de província autónoma de Espanha, a quem falta a presença pensante castelhana.
Estamos presos numa teia da qual não se vislumbra o ponto de saída.
publicado por bartsky às 20:54
link do post | comentar | favorito
6 comentários:
De Anónimo a 13 de Outubro de 2004 às 20:33
Nao me apetece brincar num mundo onde todos fazem batota.Maria
</a>
(mailto:joanadarq@hotmail.com)


De Anónimo a 12 de Outubro de 2004 às 20:05
Mas você tem toda a razão, é de facto um país de faz-de-conta...é tão triste não é? A única coisa que temos a nosso favor é esta enorme zona litoral, cheia de praias debaixo de um sol que nos aquece tantas vezes as almas tristes... e mesmo assim, ainda conseguimos a proeza extraordinária de estragar tudo o que de melhor temos...que triste país mal governado, que tristes as crianças,que tristes os nossos velhos....que tristes nós...lookinglass@sapo.pt
</a>
(mailto:lookinglass@sapo.pt)


De Anónimo a 11 de Outubro de 2004 às 12:49
uns fazem de conta que trabalham e outros fazem de conta que pagamxorissu
</a>
(mailto:xorissu@iol.pt)


De Anónimo a 10 de Outubro de 2004 às 13:13
excelente..ate nos, fazemos de conta que percebemos do que nada sabemos.

Uma coisa tenho a consciencia que sei...Portugal desapareceu..so falta vender o Castelo de S. Jorgesaridon
</a>
(mailto:saridon@aeiou.pt)


De Anónimo a 9 de Outubro de 2004 às 22:16
No país do faz de conta, sempre poderíamos ir contando com duas ou três vozes, supra suspeitas e com um verdadeiro sentido de estado, que em horas de pior prognóstico, vinham a público dizer de sua justiça e lembrar os valores da nossa constituição ... mas já nem esses existem .. o presidente da república já é a fazer de conta, os juristas, o líderes políticos, os sindicatos, a sociedade civil ... tudo do faz de conta ! Meu Deus ... nem os constitucionalistas como Jorge Miranda e Freitas do Amaral são mais levados a sério ... claro, não me levem também a sério ...Carlos Capela
</a>
(mailto:cappeli@hotmail.com)


De Anónimo a 9 de Outubro de 2004 às 21:33
http://nonioblog.blogspot.com/2004/10/post-aberto-jorge-sampaio-demita-se.htmlNonio
(http://nonioblog.blogspot.com)
(mailto:nonioblog@iol.pt)


Comentar post